Seguidores

sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Além do Impossível


Além do impossível
Pastor Sergio Carlos da Silveira
Levantarei os meus olhos para os montes, de onde vem o meu socorro (Salmos 121:1).
Em uma batalha, quando os vales nos cercam, se olharmos para os montes não encontraremos socorro. Pois nos montes estão os animais que nos cercam, os bandidos acostumados com os caminhos das rochas e que se aproveitam dos peregrinos isolados e os roubam, podendo até feri-los, como aconteceu na parábola do bom samaritano. Mas quando olhamos além das montanhas, onde os nossos olhos não alcançam mais, porém onde o nosso espírito alcança, encontramos o firmamento da nossa Fé”.
Quando enfrentamos problemas difíceis e a vida parece nos lançar em um vale de lágrimas, se observarmos apenas para baixo, só veremos tristeza e solidão, mas se levantarmos nossos olhos veremos aluz adiante, veremos que há sim uma saída e que ela esta em algum lugar,basta decidirmos mudar de posição e seguir adiante. Afinal estamos no vale e não no deserto. No deserto o problema é maior pois o calor intenso nos faz ver saídas que não existem. São as miragens que traem nossa esperança.
Se olharmos adiante, veremos por certo que há vitória para nós, que acima dos montes está o Senhor e que Ele nos guarda, afinal quer o nosso bem. Só olhando além das montanhas, encontraremos o socorro que nos é garantido pelo Senhor.
Muitas vezes as situações surgem para nos provar quanto ao nosso crescimento. Quantas vezes você já não disse que se acontecesse algo deixaria de seguir ao Senhor? Mas quando aquilo acontece, você descobre que as coisas não são realmente do modo que pensava, pois na verdade a caminhada com Deus já te deu força e conhecimento para passar por determinado problema e chegar lá na frente mais forte. O vale serve para isto. Você se acha perdido, sem esperanças, mas aos poucos a paz retorna e a confiança enche teu corpo de energia e, quando olha para além dos montes, descobre que pode ver que já não há impossíveis.
Quando seus olhos alcançam além do horizonte, a pergunta que criamos com nosso desespero - De onde me virá o socorro? - deixa de existir e aparece a resposta: Vem do Senhor! Com a resposta vem a certeza que jamais estivemos sozinho: O Senhor é quem te guarda; o Senhor é a tua sombra à tua direita (Salmos 121:4-5).
Que possamos ficar firme nesta Palavra!

quinta-feira, 15 de novembro de 2012

Família - Promova a Paz na Sociedade


A promoção da paz é um exercício necessário, porém muito difícil quando estamos falando em lar e em família. Sempre deixamos para os outros a responsabilidade de iniciar o processo de conciliação, quando este se faz necessário. Mas biblicamente, estamos errados, pois o apóstolo nos ensinou que, quando depender de nós, devemos ter paz com todos (Romanos 12-18). A questão é que no lar, sempre depende de nós.
Na verdade nosso orgulho - este maligno orgulho - é quem nos impede de desejar dar o primeiro passo quando a crise se avizinha. Que nos lembremos da orientação valiosíssima do escritor aos Hebreus (12-14) que nos orienta que devemos: Seguir a paz com todos e a santificação, sem a qual ninguém verá a Deus. Ora, seguir é um ato contínuo, então deve ser buscado. Eu tenho que desejar viver em paz e comunhão com as outras pessoas, com os de fora e com os do núcleo familiar.
Um personagem bíblico que nos dá uma aula de convivência pacífica com o próximo, sem dúvida, é o convertido Zaqueu. Quando ele converteu-se - mudou de direção - decidiu que para recuperar sua honra, estava disposta a verificar se tinha lesado alguém, enquanto cobrador de imposto, e, se fosse encontrado erros em seus atos, nesta auditoria que faria em seus negócios, ele pagaria as pessoas prejudicadas com juros e correções.
Esta atitude de Zaqueu deve nos servir de exemplo quando estamos falando de promoção da paz.

E no lar?
Um modo perfeito de manter  a paz no lar, sem dúvida, é usar o conselho do sábio e ensinar o filho a ter limites. Castigar - sem agressão - uma criança e impor limites é necessário, pois a própria Sociedade vai exigir no futuro que este respeite as Leis e Regras - segam sociais ou morais: "Castiga o teu filho, e te dará descanso; e dará delícias à tua alma." (Provérbios 29:17). 
Quando um filho não tem respeito pelos pais, ele repetirá fora os costumes de sua própria casa e, por certo, agirá ainda de forma pior. Assim, o modo correto de evitar este procedimento é tirar dele, enquanto criança, o costume de escarnecer das outras pessoas, de zombar dos irmãos ou amigos e respeitar desde pequeno as autoridades. Afinal, dentro de casa não se deve permitir que uma criança tenha controle do resto dos familiares, e sim, que seja controlado. Quando você cria um filho de modo a ser respeitoso, você esta abortando o escarnecedor, pois o resultado será o inverso dos conseguidos em uma Educação permissiva. Quando os pais permitem tudo, mesmo sabendo que é errado, esta criando um adulto sem escrúpulos e depois este ser deverá ser eliminado da Sociedade. É a ordem natural no processo de preservação da Sociedade, para se obter uma aparente paz: "Lança fora o escarnecedor, e se irá a contenda; e acabará a questão e a vergonha." (Provérbios 22:10). Mas eliminar um adulto problemático é mais caro para a Sociedade e trás resultados imediatos na família, afinal, um criminoso antes foi um filho, uma criança. As pessoas não observam estes resultados, pois estão acostumadas a viver em um meio que aceita pequenos erros como modo de chegar ao destino final. Mas quando observamos com olhos críticos, vemos que os males da Sociedade estão baseados na péssima influência que a maioria dos pais tem em seus filhos e nos erros no processo educacional.
Para evitar problemas com o adulto, corrija o menino.

sábado, 3 de novembro de 2012

O que é Santidade?




Santidade é um estilo de vida e não um modo de doutrina.
Quem de fato é santo não se torna maior que seu irmão, pois a maior virtude da Santidade
é a Humildade.
(Pastor Sérgio C Silveira)

Não há coisa que me assuste mais do que 'crente'que fica arrotando Santidade. Fujo mesmo destes.
Santidade é algo diferente do que se vive por ai. Pessoas orgulhosas, que não sabem conversar com as outras, que sendo tão pouco,  ainda assim se cerca de secretários e obreiros para não ser alcançado pelos demais.
Se você é membro e se diz santo, como poderá influenciar outras vidas se viver de julgar e apontar os que são mais fracos em sua opinião. Até por simples princípio, o ser humano não pode ver o que de fato importa para Deus. Lembre-se de Samuel, que escolheu o primeiro filho de Jessé para rei, mas o Senhor o rejeitou: Porém o SENHOR disse a Samuel: Não atentes para a sua aparência, nem para a grandeza da sua estatura, porque o tenho rejeitado; porque o SENHOR não vê como vê o homem, pois o homem vê o que está diante dos olhos, porém o SENHOR olha para o coração (1 Samuel 16:7). 
Se você é pastor ou obreiro, como poderá tornar-se exemplo se vive uma vida reclusa e longe das ovelhas? você sabe o que é ser pastor de ovelhas?
Um pastor de ovelhas fede. Ele anda com elas pelos vales  e bosques, banha-se nos mesmos rios que elas, e torna-se igual a elas.
Se você quer ser diferente, não é mantendo para si o nome de santo que vai garantir isto.

Tudo bem que no original Santidade esteja ligado etimologicamente a "Ser Separado", mas esta relacionado as coisas corrompidas e não ser separado do mundo em que vive. (Isto quando tratamos a palavra santidade em Português)
por muitos anos creu-se que as pessoas deveriam viver de forma aleatória, sem estudar, sem se profissionalizar, sem praticar esportes, tudo com a desculpa de ser Santo, mas isto é um erro grave e deve ser combatido.

Deus quer para si um povo separado - igreja - mas se nos separamos agora, como alcançaremos vidas para o Senhor?
Pense nisto.  


************
(Origens:  A palavra santidade vem do latim sanctitate. Significa= qualidade ou estado do que é santo,
 E “separação” ou separado, vem do Latim SEPARARE, “colocar de lado”, de SE-, “fora, ao lado”, mais PARARE, “preparar, aprontar”, sem relação etimológica com a outra.

Receba as mensagens no seu Email