Seguidores

sexta-feira, 29 de março de 2013

Caminho da Vitória


Deus é Fiel.
Isto é, Ele é imutável.
O Senhor não mudou e esta é uma afirmação que Ele mesmo fez sobre Si (Malaquias 3-6). Não importa o que falamos ou fazemos, o Senhor permanece Fiel. Mas quando procuramos agir de forma correta com as outras pessoas e com Deus, permanecemos debaixo das Promessas do Senhor.
Maravilhosas são suas promessas para as nossas vidas, mas uma delas está relacionada a caminhar conosco em todos os nossos momentos, sejam estes bons ou maus: "Não temas, porque Eu sou contigo; não te assombres, porque Eu sou o teu Deus; Eu te fortaleço, e te ajudo, e te sustento com a minha destra fiel". (Isaías, 41:10 ).

O mundo nos amordaça com suas falácias, nos cercam com seus pecados e com sua vilania, mas a Promessa sobre nós é que o Senhor  que não muda, nos guiará por caminhos puros, nos fará entender Seu querer e regerá nossos projetos - enquanto estivermos debaixo de Sua Vontade.
Quando a situação fica difícil, devemos nos lembrar dos exemplos registrados na Palavra de Deus, que vão de um ponto a outro dos problemas sofridos por qualquer pessoa, desde pessoais a políticos, onde Deus providenciou vitória. Quantos  clamaram e foram ouvidos. Ou você esqueceu de Davi, que clamou a Deus e foi atendido? José foi humilhado em seu sonho, desterrado por seus irmãos, foi exilado, como escravo, mas o Senhor o atendeu, levantando-o como salvador de seus familiares.
As pessoas podem mudar o caminho da sua vitória, os inimigos que se opõe à Obra de Deus podem tentar te amedrontar, mas se você clamar ao Senhor, a Vitória virá sobre sua vida.
Os filhos de Jacó, ao venderem seu irmão, acreditaram que tinham acabado com os sonhos do jovem e TALVEZ, ele próprio temeu por sua fé, sua segurança e seus sonhos, mas o Senhor estava vendo tudo e cumpriu suas promessas na vida do sonhador. Ele, o Senhor, usou exatamente os caminhos tortos que aqueles irmãos irresponsáveis traçaram para seu irmão para preparar o jovem José e o transformar em um homem capacitado para administrar  bens maiores do que o seu pai o deixaria um dia.
Os irmãos de José temiam dividir os bens de seu pai com o irmão 'sonhador' que, na opinião deles nem tinha tanto direito assim, pois apesar de ser o filho primogênito de sua mãe, não era de seu pai. Ao vende ro irmão pensaram resolver um problema de forma definitiva, mas eles apenas garantiram que os sonhos de José fossem cumpridos de forma ainda maior. Eles temiam se ajoelharem-se diante de um irmão, mas tiveram que se sujeitar a um dos Príncipes de Faraó, o maior deles - que era o mesmo jovem que um dia eles venderam.
Não interessa por qual caminho virá sua vitória. Interessa que ela virá e que o Senhor, que JAMAIS MUDA estará contigo em toda  a sua caminhada - não importa para quantos mais você será vendido.

Afinal Deus é Fiel e não muda. Ele é Deus e não é homem, então não duvides, apenas CREIA!
O Caminho da Vitória pode parecer apertado, as lutas podem parecer que irão te sufocar, mas o Senhor estando em sua frente, por mais difíceis que sejam os dias das provas, elas passarão e você cantará Vitória e erguerá a sua Bandeira.




quarta-feira, 27 de março de 2013

O Olhar de Jesus


O Olhar de Jesus
(Pastor Sérgio Carlos da Silveira)

Mateus  6 22,23

A candeia do corpo são os olhos; de sorte que, se os teus olhos forem bons, todo o teu corpo terá luz; (...) Se, porém, os teus olhos forem maus, o teu corpo será tenebroso. Se, portanto, a luz que em ti há são trevas, quão grandes serão tais trevas! (Mateus 6:22-23).

È Notável a diferença do olhar de Jesus e dos Homens, quando olhou para Pedro não viu uma taquara rachada viu uma rocha, quando olhou para Zaqueu não viu um ladrão e sim alguém que precisava ser curado na alma, o Homem do tanque de Betesda não era aleijado, viu alguém que tinha esperança.
Muitas vezes usamos a Critica Alheia para tampar a nossa própria nudez. Apontamos na direção dos outros para que ninguém veja nossos próprios erros.
O Olhar de Jesus sempre foi de misericórdia o dia em que aprendermos a olhar como Jesus, ter a mesma visão ai sim conseguiremos enxergar aquilo que Deus quer nos mostrar. Olhamos e qualificamos tudo com nosso olhar humano, deixando para trás o olhar espiritual, aquele que desnuda que mostra a verdade, que não nos deixa enganado. Quantas vezes nos enganamos com pessoas, situações, por olhar pelo prisma humano. O Senhor quer que as escamas de nossos olhas sejam arrancadas e possamos enxergar nitidamente a verdade das coisas, das pessoas.
Muitas vezes somos enlaçados e enganados por teimar em olhar para Rocha e achar que é taquara rachada, o significado do nome Pedro era este - Caniço, Taquara, Bambu -  mais Jesus enxergou Rocha.
Que o Senhor  possa abrir nossa visão e que possamos ver aquilo que Deus enxerga.

O Olhar de Jesus - Ozeias de Paula
 

terça-feira, 26 de março de 2013

Ingratos

Que tal nos lembrarmos de agradecer mais.
Infelizmente nós vivemos reclamando da ingratidão das pessoas e esquecemos que agimos do mesmo modo com os outros e, pior, com nosso Deus.
Recebemos tanto e acostumados a receber, esquecemos a importância do agradecimento.
Agradecer nos aproxima do outro e faz com que reconheçamos que não podemos viver sozinhos. Todos precisam uns dos outros, todos nós precisamos.
A vida parece-nos  um eterno ir e vir e nesta caminhada - que parece infinda, mas que termina, pois somos mortais e estamos destinados a viver uma só vez. E justamente por nossas fragilidades, somos colocados em situações que mostram nossa incapacidade de vivermos sem outras pessoas, assim, uns e outros nos estendem a mão e nós fazemos o mesmo.
E o fazemos esperando gratidão, mesmo que nossa intenção em ajudar nem seja tão nobre. Mas como cobramos dos outros gratidão!
E como somos ingratos.
Que possamos abrir nossos olhos para a necessidade de agradecer a Deus por tudo o que nos tem feito, como fazia em seus sábios escritos o Salmista.
Que sejamos mais gratos.

,,

terça-feira, 19 de março de 2013

Davi - Ousadia versus Sucesso


Davi - Ousadia versus Sucesso

Ousadia.
Nos caminhos da vida só quem é ousado alcança a vitória. Os tímidos apenas sonham. Os ousados enfrentam sempre sacrifícios para driblar as dificuldades e vencem pois não acreditam em desistência.
Davi era ousado e sua força de vontade, seu modo de agir, sua coragem em se esconder entre aos seus inimigos foi em determinadas circunstâncias o seu maior trunfo.
Pastor Sérgio Carlos da Silveira
Não permita que as dificuldades da vida roube sua ousadia.
Quando prestamos atenção nos heróis da Bíblia, percebemos que eles não abriram mão de lutar pelo que acreditavam. Davi foi ungido a Rei na adolescência e acreditou nisto firmemente, soube investir em seu sonho com coragem, determinação e esperança. Jamais usurpou o lugar do rei que antes fora escolhido por Deus, mas aproveitou todas as oportunidades que lhe apareceram para aprender administrar sua nova vida.
Não negou-se a apascentar as ovelhas de seu pai depois de ungido.
Não negou-se a ser o garoto de recado de seu pai.
Não negou-se a animar o ânimo do rei quando este sentia-se desanimado e perturbado por suas lembranças. Antes tinha prazer em estar ao lado do rei. Tanto que seus esforços foram reconhecidos pelo filho de Saul, o que possibilitou que os dois jovens tornassem-se amigos
Não negou-se a levar alimento para seus irmãos na guerra. Mas quando a oportunidade de fazer algo diferente se apresentou, ele arregaçou as mangas e  mesmo vendo que ninguém mais acreditava em sua disposição e fé, ele resolveu que iria enfrentar mais um dificuldade rumo a realização de seu sonho e foi a luta. Sua ousadia foi criticada pelo seu próprio inimigo, mas Davi não se importou com as palavras negativas, antes acreditou que a vitória estava do seu lado e enfrentou o gigante Golias e o derrotou.
Se Davi fosse pesar prós e contras por certo a lógica o destruiria, mas só pensa em lógica os covardes, os ousados arriscam tudo e apostam na vitória por mais difícil que pareça aos outros, pois no ponto de vista da ousadia não há obstáculo alto demais que não possa ser retirado do caminho.
Davi vencia suas batalhas com a sua ousadia.
Que nós também sejamos ousados.

segunda-feira, 18 de março de 2013

Samuel - Chamado pelo nome [Parte 2]


Chamado pelo nome (cont.)

2– A voz de Deus nem sempre é discernível

Algo deve ficar claro: A voz de Deus nem sempre é discernível.

Foi por isto que o menino Samuel confundiu com a voz do sacerdote Eli. Para Samuel o melhor foi conversar com o sacerdote. Era quem melhor podia auxiliá-lo nesta situação. E como sacerdote e homem de Deus, Eli soube orientar o menino Samuel.

Quando acreditamos que estamos ouvindo a voz de Deus precisamos prestar atenção e sermos bem orientados para não cometermos erros. A voz de Deus nos fala ao coração, ela vai a divisão da alma, nos vida, amor e calma e acalma o nosso coração. Portanto cuidado: Não receba nenhuma palavra se não falar ao seu coração

3– Nunca receba recado se não houver um precedente histórico

Não aceite ninguém dizer que é Deus falando se não houver confirmação comunitária. E principalmente se não houver um precedente histórico.

Eli só pode entender que era Deus querendo falar com Samuel porque já tinha acontecido isto antes em Israel. Antes Deus já falara com o homem e o sacerdote Eli sabia disto, afinal além de conhecer a Lei de Deus, conhecia a história dos patriarcas e sabia que muitos eles tinham vivido em comunhão com Deus. Abraão era tão amigo de Deus que o Senhor não escondia seus propósito dele. E Deus não esconde segredos de seus servos e profetas (Amós 3-7).

3 a – Profetas e Credibilidade

Claro que devemos observar bem que tipo de profeta nos entrega uma mensagem de Deus. Afinal tem muitas pessoas acreditando em tudo o que lhe dizem e estão permitindo que suas vidas sejam destruídas por mentiras e enganos. Simplesmente desconhece a regra dos 3 T.

  • O profeta tem que ter três T: Temor, Ternura, Tenacidade.
    Uma Profecia deve servir para edificação, exortação e consolação (1 Coríntios 14:2-3) e é o que devemos observar quando ouvimos algo, se está;a dentro destes parâmetros. Caso não esteja, devemos deixar de lado e orarmos ao Senhor para não sermos mesmo enganados.
  • Verifique se o profeta tem credibilidade – Muitas vezes ficamos com medo, mas é nosso dever. O mesmo apóstolo que nos adverte a não desprezas as Profecias, afirma que devemos examinar tudo e reter apena só que é bom. (1 Tessalonicenses 5:20-21).
  • A voz de Deus é insistente – A experiência de Samuel nos ensina que se Deus quer falar conosco, Ele vai insistir. E nesta hora devemos dizer como Samuel: Fala Senhor, pois teu servo ouve!
    Samuel tornou-se um profeta e sacerdote temido justamente porque ouvia ao Senhor. E lhe obedecia sempre. Todos temia a Samuel porque sabiam que ele obedecia de fato ao Senhor, ele não negociava as ordens de Deus. O que Deus mandasse fazer ele fazia, sem titubear. E foi por isto que foi um dos mais poderosos sacerdotes de Israel.

Deus chamou Samuel e ele respondeu ao Senhor, por isso sua vida tornou-se um exemplo, pois sua comunhão com Deus se estendeu por todos os anos de sua vida.

domingo, 17 de março de 2013

Ousadia e Sucesso

Passando para desejar uma de Semana Abençoada e deixar um recado de animo aos meus queridos leitores.




Ousadia.
Nos caminhos da vida só quem é ousado alcança a vitória. Os tímidos apenas sonham. Os ousados enfrentam sempre sacrifícios para driblar as dificuldades e vencem pois não acreditam em desistência.
Davi era ousado e sua força de vontade, seu modo de agir, sua coragem em se esconder entre aos seus inimigos foi em determinadas circunstâncias o seu maior trunfo.
Pastor Sérgio Carlos da Silveira

Amanhã, continuação da Mensagem de Sábado:
Samuel - Chamado pelo nome        [Parte 2]

sábado, 16 de março de 2013

Samuel - Chamado pelo nome [Parte 1]

Chamado pelo Nome


I Samuel – 3

A Primeira vez que Deus falou com Samuel foi assustadora.

Era algo incomum para o jovenzinho Samuel. Ele estava acostumado a receber ordem do sacerdote e por ele ser chamado. Como estava vivendo ali e devendo obediência a casa sacerdotal, o menino vivia atento a voz que a comandava. Assim, ao ouvir a voz noturna, imaginou que o sacerdote precisasse dele e foi até sua presença. Isto várias vezes até o sacerdote despertar de fato de seu sono e entender que na verdade Deus queria falar com o menino.

1– A voz de Deus era rara por isso é preciosa.

Porque demorou para Eli perceber o que de fato estava acontecendo?

Primeiro era noite e o sacerdote estava dormindo, o que impediu sua compreensão imediata do fato. E em segundo lugar, dado a raridade com que Deus falava aos homens. Desde sempre Deus falava com os homens, mas com o passar do tempo as pessoas foram se afastando de Deus e o contato com Deus se tornou mais raro ainda. Agora seguia-se as Leis de Moisés e o homem não sentia muita necessidade de um contato direto com Deus. Contato este que a vontade de Deus para com os homens, mas ele não força a situação. Deus espera que seja um desejo nosso termos mais comunhão com Ele. Só que com algumas pessoas a vontade de Deus prevalece, pois Ele chama este. Por certo muitos homens esperavam ser chamados pelo Senhor. Agora acontece com o menino Samuel.

Quando Eli percebeu do que se tratava, explicou como Samuel deveria fazer para ouvir a voz de Deus e o menino obedeceu.

1 a - O que impede o homem de ter contato com Deus?

II Timóteo 3 – 1 ao 7 – Paulo explica algumas características e desvios de caráter que afasta o homem de Deus, que impede que mantenham contato, afinal a luz não tem comunhão com as trevas. E devemos tomar cuidado para não sermos assim, e não termos os mesmos defeitos que impede nossa comunhão com Deus.

Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências; (2 Timóteo 4:3)

II Timóteo 4 – 1 ao 4 – Paulo ainda vai mais longe afirmando que outros preferem ouvir o que lhes agrada, mesmo que seja contra a vontade de Deus. E se estamos procurando ouvir o que nos agrada estamos cada vez mais distante de termos um relacionamento sincero com Deus.

sexta-feira, 15 de março de 2013

A vinha de Noé [Pastor Sergio Silveira]


A vinha de Noé - Prazer no Pecado AlheioPrazer no pecado alheio

(Palavra de Domingo)
 Pastor Sergio Silveira 
 Casa de Oração -
 Ministério Minas Gerais  - Sub Sede - Guaianases
                      Logo depois de sair da arca, Noé plantou uma vinha e, claro, tornou-se então o primeiro vinicultor da época. Assim que colheu suas uvas, fez vinho. E se embebedou. Naquela época era constrangedor ver a nudez de um genitor, considerado até pecado. No entanto, um dos filhos de Noé, Cam, o mais moço, além de ver, ainda foi contar para seus irmãos. Da para imaginar a situação. Noé, bêbado, alegre e nu a dançar pela tenda, totalmente tomado pela bebida.
                       Mesmo sabendo que seu pai o amaldiçoaria quando soubesse, Cam foi a seus irmãos e relatou o fato, mas não foi por cuidado, foi por zombaria mesmo. Afinal, se fosse por outro motivo e, principalmente por zelo pela integridade de seu pai, ele não seria castigado da forma tão severa como foi.
                      Faz – nos pensar – e esta foi uma mensagem de domingo, claro – que infelizmente muitas vezes nós encontramos prazer no pecado alguém. O pecado do próximo vale um momento de prazer, por mais doentio que possa ser este nosso comportamento e por maiores que sejam as conseqüências deste em nossas vidas. Isto porque Cam sabia que poderia ser até amaldiçoado por seu pai – e realmente foi – mais a alegria em zombar da condição de seu genitor lhe foi melhor no momento que pensar no que lhe aconteceria no futuro. De fato ver em que estado fica uma pessoa sob os efeitos do álcool é de fato cômico para muitos; que o digam os grandes comediantes do mundo que exploram suas verves humorísticas criando personagens que se deixam controlar pelo consumo excessivo de bebida e perdem sua dignidade até. No entanto aquele filho deveria perceber a importância que seu pai tinha para sua vida e para Deus; afinal fora escolhido para salvar a humanidade do dilúvio.
                                                                             Na prática

                        Com nossos semelhantes se dá o mesmo. Encontramos prazer em espalhar uma notícia negativa sobre um cristão, esquecendo-nos de sua importância para o Senhor, que o escolheu e chamou para sua maravilhosa luz. Esquecemos que somos seus iguais e podemos cair em erro até pior, afinal não somos super heróis, desprovidos de vulnerabilidades. Somos propensos aos mesmos erros e se não vigiarmos também cairemos. E como diz um sábio pensamento popular, devemos agir com respeito quando passamos por alguém na subida, pois não sabemos quem nos amparará quando despencarmos de lá. Sim, se agirmos com bondade para com os que tropeçam no caminho que leva a vida eterna, estaremos plantando amizade e as colheremos quando por nossa vez tropeçarmos. Cristo mesmo nos deixou uma parábola sobre amor incondicional quando falou sobre o bom samaritano. Antes dele pelo caminho passou um levita e um sacerdote e nada fizeram para ajudar a vítima caída ao longo do caminho, mas aquele samaritano deixou seus afazeres e atendeu aquele desconhecido. Assegurando-lhe paz, tranqüilidade e conforto até seu pronto restabelecimento. É muito fácil apontar o dedo àquele que tropeça, mas estender-lhe a mão é um ato de amizade que reservamos a alguns amigos nossos e muitos nem a estes. Sim, muitos deixam de lado o amigo que tropeça, para eles é difícil encarar as fraquezas alheias, afinal elas refletem seus próprios temores. 
                     Infelizmente, nesses anos todos servindo ao Senhor, tenho visto muitos pastores, cantores, missionários, evangelistas e membros em geral tropeçarem, mas quanto maior a importância deste para a obra do Mestre, maiores são os comentários que se fazem sobre estas pessoas. Infelizmente muitos esquecem que Deus é misericordioso e perdoa – como diz meu pastor – à vista, estes não esquecem os erros alheios, principalmente aqueles que se intitulam santos. São estes, os pseudos santos, quem mais criticam; sejam com palavras ou atos, aqueles que tombam na batalha. Para estes as fraquezas humanas lhes são desconhecidas, isto por que desconhecem o que diz a Palavra sobre a sua responsabilidade para com os demais e a critica a vangloria.
                    Esquecemos que estamos numa guerra e que cada soldado que cai é uma batalha vencida pelo inimigo do Senhor, afinal esta guerra não é nossa, mas os soldados feridos são nossos irmãos e companheiros de batalha. E como já vi alguns pastores dizerem “os cristão são os únicos soldados que apedrejam e mutilam seus companheiros feridos durante a batalha”. Critico pensamento, mas muito verdadeiro.
                                                                       Conclusão
                    Tudo isto me faz lembrar de uma advertência do sábio Salomão, “Quando teu inimigo cai, não se alegre e quando alguém o faz tropeçar não festeje o seu coração”Pr 24.17. Se o Senhor não se alegra quando festejamos a derrota daqueles que nos ferem, que dirá quando temos prazer na desgraça de nosso irmão, seja ele próximo ou não. Se continuarmos lendo, o verso 18 deixa claro que se nos alegrarmos com o mal que se dá aos nossos inimigos, Deus pode recuar até sua ira daquela pessoa, por não ver com bons olhos nossa atitude. Que Deus maravilhoso! Aleluia!
                     Que o Senhor tenha misericórdia de seu Exercito e possa nos fazer melhor a cada dia e que quando soubermos que um soldado está ferido, que possamos clamar por socorro imediato a ele e pedirmos a Deus, nosso General, que envia pronto atendimento a este. Afinal, como diz a palavra, “e quanto a você que está de pé, cuidado para não cair,” I Co. 10.12 esta advertência deixa claro que somos passiveis de erros e tropeços mil. Afinal quem esta em guerra tem o hábito de temer seu maior inimigo e às vezes são os menores que atacam pela retaguarda.

***************************************************]
Publicado antes em Web Artigos

quinta-feira, 14 de março de 2013

Fuja de Labão


Fuja de Labão
(Pastor Sérgio Carlos da Silveira)

Jacó tinha  um sonho. Queria retornar a Betel, como  Deus havia prometido. Era promessa, mas toda vez que ele achava que poderia retornar havia um Labão em sua vida. Labão vivia colocando empecilho nos projetos de Jacó, inventado formas de prolongar sua estadia longe de seu ideal.
Há muito tempo Labão vinha colocando empecilhos em seu caminho. Logo depois de seu encontro com sua amada Raquel e o desejo de tê-la por esposa. Labão aprontou das suas. Foi uma festa espetacular, alegria geral. Jacó se retirou com a noiva, dormiu com Raquel e acordou com Lia. Sim, Labão frustrou o amor de Jacó e sua filha Raquel. Agora  Betel torna-se um sonho distante, afinal seu tempo se estenderia por ter que aguardar por mais 7 anos se quisesse ter Raquel.
Raquel amor da vida, Alma Gêmea outro pedaço, mas havia um Labão
Passa-se os outros 7 anos, quando consegue Raquel, depois de muita luta, Labão usa argumentos para que ele não saia de perto dele e o persuade, demove Jacó dos Sonhos por mais tempo.
Precisamos romper com Labões de nossas vidas, Labão usa de artifícios como: Preciso de você Jacó,  mais um tempo por favor. E mais uma vez ele é enredado por Labão.
Precisamos fugir de Labão:
Labão nos impede de louvar
Labão nos impede de visitar
Labão nos impede de orar.
Quantas vezes temos escutado somente a Labão. E nossos sonhos sendo frustrados, sendo adiados, precisamos fugir de Labão...
Que Deus nos capacite com coragem para uma fuga de Labão...
Precisamos viver os Sonhos que Deus nos prometeu, mesmo que para isso tenha que romper correntes que me sufocam, que extingue com a nossa alma.
Observe  bem o que te  destrói , quem é que está impedindo de correr atrás de seus sonhos e tome uma decisão acertada: Fuja de Labão.
Nossa oração será esta: Senhor me fortalece nesta fuga. 

quarta-feira, 13 de março de 2013

Viva apaixonado por almas



Viva apaixonado por almas

A Palavra de Deus serve para todas as situações de nossa vida e pode ser usada em todas as circunstâncias. Viver de acordo com a Palavra torna-se fácil para aquele que sabe que nela encontramos conselhos que geram vida. Estes conselhos bíblicos podem nos ajudar em nossos projetos pessoais, sejam eles ministeriais ou não.


 


Seja apaixonado pelo que faz
Seguir o que a Palavra ensina nos faz viver melhor, de forma mais leve e fazermos nossas atividades de forma ordenada. Por exemplo, quando falamos de trabalho.
Geralmente, com o passar do tempo, no trabalho, as pessoas começam a reclamar do que eles denominam como rotina, onde cansam-se de fazer as mesmas atividades todos os dias. Ora, isto se dá porque a pessoa não presta mais atenção em seu trabalho e deixa de valorizar aquilo que tem em suas mãos, esquecendo-se dos longos dias de desemprego.
Se esta pessoa seguisse o conselho do sábio: Tudo quanto te vier à mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças; porque no Seol, para onde tu vais, não há obra, nem projeto, nem conhecimento, nem sabedoria alguma(Eclesiastes 9-10) e observasse que ele afirma que na morte não há mais atividades, aproveitaria cada dia de sua vida e faria algo que marcasse sua passagem pela terra. E faria tudo conforme suas forças, atingindo assim o aperfeiçoamento e marcando sua passagem na vida das outras pessoas.

Falando de suas atitudes no aspecto espiritual
Poucas pessoas observam a necessidade de marcar vidas através de seu proceder e nada fazem para acrescentar nada a vida de outras pessoas. Não colocam seus corações em nada que fazem, pois não tem compromisso com mais ninguém. Tem famílias que não incentivam nem mesmo a educação e o bom trato nos relacionamentos co m seus filhos ou parentes mais próximos.
Viver de forma apaixonada é algo essencial para a vida. Paulo, a apóstolo se destacou como missionário simplesmente por ser apaixonado pelas almas daqueles que nem chegou a conhecer. E sua paixão foi tanta que ele apanhou por diversas vezes por amor daqueles que viriam depois dele. Jesus também reconheceu sua paixão por nossas vidas, que declarou sua missão a Pilatos: (...)Eu para isso nasci, e para isso vim ao mundo, a fim de dar testemunho da verdade. Todo aquele que é da verdade ouve a minha voz (João 18-37). Ali Jesus deu-nos uma lição de amor pelas vidas e pela Verdade e hoje não nos interessa nem as vidas, que se perdem e nem a Verdade, que não defendemos mais. A muito deixamos protestar contra o pecado, contra as injustiças que assolam o mundo e nos acomodamos em sermos como os demais, que nada fazem, que nada falam e que nada acrescentam ao mundo onde vivem.
Muitos de nós deixamos de conservar o mundo e cuidar dele, pois tornamo-nos fatalistas: Jesus vem amanhã então eu não preciso mesmo preservar o mundo- dizemos nós. Realmente Jesus está voltando, Ele volta todos os dias para os que estão preparados, e voltará sim um dia para todos, mas Ele nos avisou que não há em nosso meio alguém que saiba em que data isto acontecerá. Se nos lembrarmos bem, Ele nos disse que virá quando ninguém espera. Então, que possamos viver de forma apaixonada nestes nossos dias, e, também cuidemos da Terra que Deus criou para que habitássemos nela. Deus deu os cuidados da Terra ao primeiro homem, e como ele, Adão, morreu, cabe a todos nós fazermos algo especial como cuidado deste lugar tão lindo criado para que vivêssemos e fôssemos felizes.
Isaías também é um exemplo de alguém que viveu apaixonadamente sua missão, ao sentir-se chamado para ser Profeta, ele declarou: Eis-me aqui, envia-me a mim, e, mais adiante Isaías ainda declara que não voltou atrás quando foi chamado: O Senhor Deus abriu-me os ouvidos, e eu não fui rebelde, nem me retirei para trás (Isaías 50-5).
Tanto o apóstolo Paulo, quanto o profeta Isaías e o próprio Senhor Jesus viveram por causa de um propósito. A missão de todos estes foi dolorosa, sangrenta até e dois destes – Paulo e Jesus – pagaram com a vida por viverem de forma apaixonada pelas almas, todos sabiam que o maior motivo de suas vidas, de seus desejos apaixonados, seria alcançado por um caminho de dor.
Enquanto você não perceber que para se viver apaixonadamente precisa assumir a cruz e o risco que ela demonstra: a morte.
Ninguém toma a cruz para enfeitar sua vida, quem a assume sabe que vai morrer por ela, através dela e isto é ser apaixonado.
Quanto a você, enquanto não abandonar seu ceticismo, seu complexo de inferioridade, nada vai mudar. Mas, no momento em que prestar atenção em seus objetivos, em que assumir que nada se inicia do fim, que todos os caminhos começam no primeiro passo e que este deve ser dado por você e não por qualquer outra pessoa. Quando assumir as rédeas de sua vida, a paixão será gerada em tua vida e assumirá o controle de suas atitudes e então sua vida se tornará um exemplo.
Jesus mudou o mundo por viver uma vida a serviço de sua paixão. O Apóstolo Paulo mudou os rumos de sua vida, tornando-se um homem apaixonado por vidas a serem conquistadas, Isaías tornou-se um profeta a frente de seu tempo por se tornar apaixonado pelo que era certo e Jesus mudou o mundo por ser apaixonado pela Verdade.
Conquiste algo novo, viva por algo que mude vidas, descubra um projeto que faça seu coração se encher de amor e zelo e, entre com tudo nesta nova vida, marcando vidas. E jamais esqueça-se que Jesus disse: pois, quem quiser salvar a sua vida por amor de mim perder-la-á; mas quem perder a sua vida por amor de mim, acha-la-á (Mateus 16-25).
Aceite perder sua vida para Jesus, entregando seus atos e seus desejos a uma Projeto de Salvação de almas e mude você também o mundo de alguém.
Viver apaixonado é abraçar a cruz e seguir ao Senhor.

terça-feira, 12 de março de 2013

Faça a sua parte [Pr Sérgio C Silveira]


Faça a sua parte [Pr Sérgio C Silveira]

Faça a sua parte
Exerça seu ministério.
Existem pessoas que afirmam que não tem dom para nada e pior, agem como se não tivesse mesmo! 
Tenho que contrariá-lo. Você tem sim um dom e precisa usá-lo com urgência, afinal o tempo voa e só tem esta oportunidade, só vai viver uma vez por aqui.
Muitas pessoas realmente acreditam que podem levar a vida espiritual de forma relaxada e garantir a sua própria salvação apenas, crê de fato que estar a salvo é uma grande conquista, mas Jesus nos chamou para sermos evangelizadores, o Ide é para todos e desde que você aceitou ao Senhor faz parte de um Exército de Salvação, então mãos à Obra.
Lembre-se de Paulo, que adverte que cada um tem uma chamada e descubra qual é a sua, pois ela é aparente, está vinculada a seu modo de ser, basta conhecer-se para descobri-la: se é dar ânimo, que assim faça:  se é contribuir, que contribua generosamente; se é exercer liderança, que a exerça com zelo; se é mostrar misericórdia, que o faça com alegria (Romanos 12:8). 
Não fuja de sua responsabilidade, Deus não se agrada de covardes, Ele nem chama os que amam a covardia: “Porque Deus não nos tem dado espírito de covardia, mas de poder, de amor  e de moderação” (2 Timóteo 1.7), não é este espírito que o agrada. Então olhe para você mesmo, perceba o que pode fazer e faça. Não se acomode, não tenha uma vida espiritual moderada, arregace as mangas e vá a luta.
Deus espera que nós tomemos nossas decisões e nos ajuda. Lembra de Josué? Preste atenção no que Deus falou para ele: Esforça-te, e tem bom ânimo; porque tu farás a este povo herdar a terra que jurei a seus pais lhes daria (Josué 1:6). Deus deixou claro que era preciso que ele fizesse ESFORÇO, tivesse ANIMO e que ele, Josué, Faria o povo herdar a Terra Prometida. 
Deus prometeu a Terra e prometeu ser com Josué, mas era ele quem deveria agir.
Assim é conosco, nós devemos descobrir nosso trabalho e exercer nosso ministério.
Fazer a nossa parte é essencial. Deus nos acompanha, mas nós teremos que agir.
Isto é fato.



No Recanto das Letras, Faça a sua parte

segunda-feira, 11 de março de 2013

Coragem - Maria Madalena


Maria Madalena - Coragem [Pastor Sérgio Silveira]



A ressurreição e a coragem de uma mulher
Pastor Sérgio Carlos da Silveira
(Mateus 28-1) No fim do sábado, quando já despontava o primeiro dia da semana, Maria Madalena e a outra Maria foram ver o sepulcro.
A História de Jesus todos nós conhecemos, sabemos que veio ao mundo, viveu aqui, exerceu seu ministério e cumprido os dias de sua Obra, expirou na cruz, onde padeceu dores horrendas.
Só que depois de 3 dias, Jesus ressuscitou.
Amanheceu um domingo que não era como outro qualquer, seus discípulos estavam escondidos temendo o pior, mas houve alguém que resolveu agir de forma diferente e foram as mulheres, elas pegaram os olhos, ervas e essências necessários para o cuidado do corpo de seu Mestre e seguiram em direção ao túmulo onde Ele jazia.
Ao descobrirem que Ele não estava mais lá, elas se desesperaram, mas houve entre elas alguém que agiu de forma diferente: Maria Madalena.
Quando todos se atemorizaram, ela ao ver um dos guardas do campo onde Jesus fora enterrado, foi ao encontro dele e cobrou dele a responsabilidade que ela julgava ser daquele homem, mas qual não foi sua surpresa, ela descobriu que Jesus estava vivo e que iria ter com eles onde estavam escondidos os seus irmãos.
Jesus prometeu. Ela creu. Assim como creu no que parecia impossível e seguiu para contar aos demais.
Ela sabia que a notícia que levava era absurda, mas ela seguiu seu caminho com a Mensagem do Mestre não importando como reagiria os outros discípulos.
Maria foi a Mensageira da Vitória da Vida contra a Morte!
De fato, como era previsível, os demais seguidores de Jesus, que agora estavam amedrontados, não acreditaram em sua Mensagem, tanto que foram eles para o lugar onde Jesus fora sepultado.
E de fato Jesus não estava mais ali.
Podemos usar as mais belas palavras para falar sobre a atitude desta mulher, mas jamais poderemos esquecer de sua coragem.
Ela venceu seu próprio medo, foi corajosa, venceu a barreira criada pelo medo daqueles homens, venceu o preconceito de ser uma das poucas mulheres, que sozinhas seguiram naquela madrugada para o sepulcro, venceu ainda o medo de crer, reagiu a desconfiança dos discípulos quanto à sua descoberta e em sua condição de mulher, em uma época onde elas tinham pouco respeito na Sociedade, não se negou a fazer a sua parte.
E como era dolorosa sua parte!
Ao afirmar que Jesus ressuscitara, ela estava mexendo com os sentimentos dos demais discípulos, mas ela cumpriu seu papel e transmitiu a Mensagem, sem se importar com o que os outros iriam falar!
Esta mulher nos deu uma lição maravilhosa de crer no que parece não merecer crédito.
E ela foi abençoada com a presença do Senhor no lugar onde estavam escondidos os seus seguidores.
O que nós faríamos no lugar de Maria Madalena?

domingo, 10 de março de 2013

Uma Palavra de Animo

Bom-dia amados.

Porque sou eu que conheço os pensamentos  que tenho para vocês', diz o Senhor, 'planos de fazê-los paz e não de causar dano, planos de dar a vocês esperança e um futuro. 
Jeremias 29:11

Mais uma Semana que o Senhor nos deu.
Que possamos louvá-lo e agradecê-lo por mais um dia de vida, pelas vitórias que nos alegram, pelas lutas que nos fortalece, pelas lágrimas que nos ensinam, pelas dores que nos enrijecem, pelo amor que nos enobrece e por tudo o que vivemos, seja por nossa escolha ou por intermédio da influência de outros, mas que em todo o tempo sejamos mais que vencedores.
Vencendo aqui, engradecemos ao Senhor. Vencendo no Céu, glorificaremos face a face.
Boa Semana Amados.
Em Cristo Jesus, nosso Senhor.
Pastor Sérgio Carlos da Silveira

quinta-feira, 7 de março de 2013

Feliz Dia da Mulher

Mulher virtuosa, quem a  achará?

São para as mulheres guerreiras, este dia. É para a mulher que luta e vence todos os dias, em sua vida de várias fases, as dificuldades de ter que estar em todos os lugares na mesma hora.
É para  a mãe que trabalha, cuida da casa, educa filhos, vê cadernos, cuida do esposo e ainda tempo de cuidar da vida espiritual de todos.
É para a mulher heroína, que vence todos os dias as discriminações por sua condição, que não se importa de ter que lutar mais, para conseguir os mesmos resultados , ainda tem que dos outros, pois além de trabalhadora, tem que ser filha, amiga, amante, dona de casa, líder na vida.
É para toda a mulher que sabe que a vida está em suas mãos, que o futuro passa por seus braços e que luta para que a Sociedade não se destrua, mas que sobreviva apesar das dificuldades que a modernidade trás.
Feliz Dia da Mulher, para todas estas heroínas, que na maioria das vezes vivem dentro de uma só!

segunda-feira, 4 de março de 2013

Cuidado quando julgar



Que a Paz de Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo seja sobre suas vidas, amados.
Que esta semana seja de bençãos e vitórias.
Hoje vou indicar uma Mensagem especial para vocês, a segunda de Edna Bispo em nossa Página. Ela aborda de forma clara e objetiva sobre o não julgar.
Leia e seja abençoado e fique a vontade para comentar, se desejar. Cuidado quando julgar [Edna Bispo]

Este tema foi abordado diversas vezes em nosso site por outros colaboradores e vocês podem acompanhar visitando-nos no Ser Cristão:
Uma das vezes que abordamos o assunto, publicamos sobre o julgar com amor: Entre julgar e amar...
A irmã Beth escreveu algo depois de estudo na Igreja sobre o observar frutos e julgar com sabedoria: Livres para Julgar.Em Estudo Bíblico falei na Igreja sobre o julgar com irresponsabilidade. As pessoas não sabem diferenciar o criticar destrutivo e o construtivo e quando critica alguém ou julga, o faz de forma irresponsável, trazendo danos muitas vezes definitivos à vida das pessoas, leia mais e O Irresponsável.
Visitando nosso site por tema você pode conhecer mais alguns assuntos de nossos estudos e opiniões de nossos colaboradores.
Conheça não apenas as Mensagens postadas em meu nome, leia também o também pastor da IPCO-Guaianases, presbítero Aílton Soares, o Diácono Fernando Silva, o obreiro Carlos Alexandre, meu filho Diogo, a diaconiza Michelli Pereira e outros colaboradores.
Leiam e que possam adquirir conhecimento. E lembre-se: Use sempre a Bíblia como bússola.
Tenham uma semana feliz.
Em Cristo
Pastor Sérgio Carlos da Silveira

domingo, 3 de março de 2013

Todo Crente é Desesperado!


Todo Crente é Desesperado!

Paz é um dos bens principais e mais necessários  ao cristão. Não a paz da bonança. Mas a paz do carnê vencido, a paz do ente querido morto, a paz mesmo despedido, não deu tempo de quitar tal dívida, mas estou em Paz.

Na quarta-feira, durante o Estudo Bíblico, sobre Paz, ouvi um Testemunho, que aconteceu aqui na Vila Roseira mesmo. Depois do Culto de Escola Dominical, a irmã Luzia estava atendendo e orando por algumas pessoas, quando as crianças fugiram da Igreja, correndo e atravessaram a rua, um carro, em alta velocidade cruzou a Estrada de Poá Guaianases e tomou de pronto sua filha mais nova.
O carro parou mais a frente e ninguém via a menina.
Chamaram a irmã Luzia, que disse que já ia atender a filha, mas ia terminar a oração.
Todos os presentes ficaram escandalizados, mesmo sendo crentes, desesperaram-se, mais ela permaneceu calma fazendo seu aconselhamento.
Terminou, pegou suas coisas e guardou e lentamente saiu da  igreja, indo até onde o homem aflito, cercado pelo povo, da Igreja e da rua, que já se aglomerava para ver o acontecido.
Ela disse ao homem, com uma voz firme, porém calma, que tirasse o carro de cima de sua filha.
O homem assustado obedeceu de pronto, ela pegou a mão da menina e ergueu inteira, apenas empoeirada do chão e foi em paz para casa.
A multidão perplexa, sem  entender nada e ela foi embora segurando a menina e seguiu com as demais crianças.

Esta irmã vivia em paz. 
A mesma paz da sunamita. Recebeu seu filho do esposo adoentado e cuidou dele até que o menino morreu.
Então ela depositou o menino na cama do profeta. Mandou preparar as jumentas, e seguiu seu caminho. Encontrou o marido e disse que estava tudo bem. E a todos que encontrou foi dizendo o mesmo, estava tudo bem. Somente aos pés do profeta foi que ela abriu seu coração.
Naquela época, os profetas eram os mediadores entre Deus e seu povo. Ela rasgou o coração nos pés da pessoa certa, para quem podia ajuda-la.

sábado, 2 de março de 2013

Deus se arrepende


Deus se arrepende sim

A Bíblia diz que Deus não se arrepende, mas Deus se arrepende sim. Veja as referências abaixo e depois reflita comigo:
Ø  Deus se arrependeu de ter feito a terra ,pois sua obra se corrompera (Genesis 6-6).
Ø  Deus projetou destruir o povo de Israel, no entanto diante da oração mudou de ideia (Êxodo  32-14).
Ø  Deus se arrependeu de ter escolhido Saul como rei (I Samuel 15,35).
Ø  Deus se arrependeu de ter mandado destruir Jerusalém, por ter Davi recenseado contra a vontade de Deus (II Samuel 24-16).
Ø  Deus se arrependeu do mal que anunciou ao seu povo, por causa da intercessão de Ezequias (Jeremias 26-19).
Ø  Deus se arrependeu do mal que prometeu ao povo de Nínive depois que estes se arrependeram (Jonas 3-10).

Quando lemos Jeremias 18 (7 e 8) diz que os planos de Deus são condicionados para abençoar  ou destruir, mas muitas das vezes não prestamos atenção nisto. Ainda nesta mesma passagem e no verso 8, o Senhor deixa claro que Ele se arrepende de seus planos quando a pessoa mudam suas atitudes.
Muitos pregadores não tem a coragem de admitir tais fatos e temem aos textos acima,  buscando explicações plausíveis para que a Palavra não caia em descrédito.
Sei que toda mudança de sentimento de Deus é por causa do Homem. Quando o homem muda ele alcança o coração de Deus ao ponto de Deus mudar cativeiros, reverter situações, voltar atrás.
Foi impossível Balaão amaldiçoar os israelitas. Nada que ele fizesse iria mudar o coração de Deus, pois Balaão estava procurando o mal para o povo de Israel e estava indo contra a vontade do Senhor, que era abençoar.
Deus muda se nós mudarmos sabem o que é isto? É Amor. Isto é um Deus de Amor, por isso o servimos, não esta com o coração duro Ele é capaz de mover Céus e Inferno por nossas vidas. Este é o Deus que eu sirvo, volta atrás pela minha alma.
O arrependimento do homem acontece geralmente quando esfria as emoções, mesmo que o outro nada faça para que ele volte atrás. O homem muda seu coração por ser volúvel e ser mesquinho. Por isto a Bíblia diz que Ele não é homem para que se arrependa, pois o arrependimento do homem é impiedoso.
Deus quando se arrepende é por ser Ele Piedoso e sua Misericórdia ser tão grande quanto o seu Amor.
Conclusão
Verdadeiramente aas Escrituras estão certas Ele não é Homem para que se arrependa, mas é capaz de mudar toda uma situação se a minha alma estiver em jogo.
Por  isto declaramos: Te amamos Senhor.

Receba as mensagens no seu Email