Seguidores

domingo, 30 de agosto de 2015

Pecado: Confesse e Deixe


Confesse e deixe
Pastor Sérgio Carlos da Silveira
 
Leitura Bíblica
1 Bem-aventurado aquele cuja transgressão é perdoada, e cujo pecado é coberto.
2 Bem-aventurado o homem a quem o Senhor não atribui a iniquidade, e em cujo espírito não há dolo.
3 Enquanto guardei silêncio, consumiram-se os meus ossos pelo meu bramido durante o dia todo.
4 Porque de dia e de noite a tua mão pesava sobre mim; o meu humor se tornou em sequidão de estio.
5 Confessei-te o meu pecado, e a minha iniquidade não encobri. Disse eu: Confessarei ao Senhor as minhas transgressões; e tu perdoaste a culpa do meu pecado.

Pecado é algo que esta na moda mas falar sobre ele não é fácil, pois declarar suas fraquezas é algo que expõe a pessoa e o torna visível aos olhos dos demais. E infelizmente as pessoas preocupam-se mais com as opiniões dos outros seres humanos do que com a de Deus. Um grande exemplo disto esta registrado na História de Israel e relaciona-se com o seu primeiro rei, Saul. Quando Deus o rejeitou, este rei, ele disse que errara por temer o povo, mas este temor se mostra versículos antes: Então disse Saul a Samuel: Pequei, porquanto transgredi a ordem do Senhor e as tuas palavras; porque temi ao povo, e dei ouvidos a sua voz (I Samuel 15-24) e deixa claro logo depois, que na verdade ele temia a opinião pública, pois declara que desejava que o Sacerdote o honrasse diante dos anciãos do povo: Ao que disse Saul: Pequei; honra-me, porém, agora diante dos anciãos do meu povo, e diante de Israel, e volta comigo, para que eu adore ao Senhor teu Deus (I Samuel 15:30). Veja que ele não se importou com o fato de ser rejeitado pelo Senhor, mas temia a opinião de seus principais. Ele não questionou o ser rejeitado, apenas culpou os outros por suas atitudes, mas quando se viu sem a prova física da presença de Deus, ele chegou  a rasgar as vestes sacerdotais que Samuel usava, tentando impedir que ele se afastasse: E, virando-se Samuel para se ir, Saul pegou-lhe pela orla da capa, a qual se rasgou (I Samuel 15-27).
Esta situação prova que para a maioria das pessoas o que importa é a opinião pública e não com o que o Senhor espera de nós, mas sim com o que os outros vão pensar delas, assim, preferem viver de aparência.
Quando olhamos para isto, entendemos o motivo de vermos tantas pessoas vivendo de forma infeliz, buscando palavras de bençãos e alegrias passageiras. Mas ainda falando de um rei de Israel, mas agora aquele que foi visto conforme o coração de Deus, aprendemos algo especial: Reconhecer o pecado, arrepender-se e deixá-lo.
Davi diz algo especial sobre as transgressões, algo que nos trás esperança: Bem-aventurado aquele cuja transgressão é perdoada, e cujo pecado é coberto, ele deixa claro que o que tem seus pecados perdoados pelo Senhor, isto nos garante que desde que nos arrependamos, Deus não nos atribui iniquidade e com isto não nos sentimos mais o peso do pecado.
Davi deixa claro que enquanto ele guarda para si seus pecados e não os confessam, a culpa o destrói aos poucos, tirando-lhe a paz (v 3), ele afirma que o peso de seus atos estava sobre seus ombros dia e noite (v 4), mas ele diz algo especial a seguir: Confessei-te o meu pecado, e a minha iniquidade não encobri. Disse eu: Confessarei ao Senhor as minhas transgressões; e tu perdoaste a culpa do meu pecado (Samos 32-5).
Deus nos perdoa e cuida de nos arrependemos, pois Ele conhece os nossos corações. Foi isto que Ele mesmo declarou quando ordenou que Samuel fosse ungir um rei para Israel, na casa de Jessé: Mas o Senhor disse a Samuel: Não atentes para a sua aparência, nem para a grandeza da sua estatura, porque eu o rejeitei; porque o Senhor não vê como vê o homem, pois o homem olha para o que está diante dos olhos, porém o Senhor olha para o coração (I Samuel 16-7). Esta declaração é que nos trás a segurança de que se voltarmos nossos corações e nossos sentimentos para o Senhor, agindo com sinceridade, Ele aceitará nosso arrependimento, nos perdoará e trará paz as nossas vidas: O que encobre as suas transgressões nunca prosperará; mas o que as confessa e deixa, alcançará misericórdia (Provérbios 28-13).

Algo deve ser sempre lembrado: Deus nos perdoa imediatamente, Ele não parcela nossas culpas, apaga e então a paz se faz em nós, afinal, o Senhor nos perdoa a vista. Não trabalha a prestação.  

quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Voltando ao Começo


             "Onde quer que entrardes numa casa, dizei primeiro: 'Haja paz nesta casa.              Lucas 10: 5
                     Reinicio o meu Ministério, só que agora aqui em Mogi Guaçu. Digo reinicio não por ter parado algum dia. Louvo a Deus por não ter deixado de caminhar  e de fazer sua Obra, desde o dia em que Ele me aceitou por filho, mesmo eu sendo um pecador. Digo reiniciar, pois aqui meu trabalho ministerial  consiste em fazer Culto nos Lares e foi assim que comecei minha caminhada pastoral. Meu pedido a Deus, hoje, não é que este trabalho seja um sucesso, é que a posição que estou nunca seja motivo que me impeça de ir de casa em casa falando do   Amor de Deus.
                   Penso sempre sobre isso, sobre a possibilidade de jamais perder minha sensibilidade em entender que Jesus exercia um Ministério Pessoal, e, através deste,  Ele fazia a Obra de Deus. Atendia as pessoas em suas necessidades particulares, tanto é assim que foram poucos os milagres coletivos. Jesus estava sempre se relacionando com PESSOAS, por este motivo as passagens que se prendem aos Testemunhos estão quase sempre presas na individualidade. Mesmo quando Jesus estava em grandes ambientes, onde várias pessoas se achagavam a Ele, os escritores do Novo Testamento fixaram seus olhos em situações específicas, casos à parte. Aconteceu isso comammmulher do fluxo de sangue, com a filha de Jairo, com o aleijado que foi descido pelo teto por seus amigos. Jesus prezava as situações individuais. Se estou pronto apenas para grandes altares e busco viver pelos títulos que acumulo, estou deixando de viver uma experiência única e enriquecedora, tanto no plano humano quanto no espiritual. As melhores experiências que tive na vida, foi, com certeza, relacionadas  aos encontros nos lares e visitas que fiz à pessoas doentes. Nas pequenas reuniões somos agraciados com grandes encontros. Somos colocados frente a fragilidade humana, mas também somos impactados com conhecimentos e trocas que não são possíveis em uma reunião com uma multidão e sem a possibilidade de nos sentarmos e darmos a mão ao que está ali, necessitado, Só participando  de Culto nos Lares é que podemos perceber as verdadeiras necessidades daqueles que são responsabilidade nossa e dos quais teremos que prestar contas diante de Deus.
                      Este é um momento feliz em minha carreira ministerial. E sinto que há algo novo vindo da parte de Deus para nossas vidas.

domingo, 16 de agosto de 2015

Sobre minha Família e a Igreja de São Pedro da União

     
    No dia 12 de Julho, passado próximo, fui  ungido a Bispo. E quem me conhece , sabe que este é apenas um título, uma honra que nem sei se mereço, mas agradeço por ter sido escolhido pra esta consagração. Mas neste mesmo dia 12 aconteceram outras coisas em minha vida e com minha família. O Ministério pessoal de meus pais completou 50 anos e todos nós, amigos e familiares comemoramos este evento, afinal, são 50 anos de serviços prestados ao Senhor. Anos estes em que com suas vidas e testemunho,  trouxeram muitos outros à Cristo e puderam influenciar, positivamente, a vidas de muitas pessoas, incluindo nesta lista eu, o mais teimoso destes e que me demorei a vir para o Evangelho. Só que hoje não vou falar de meus pais, a missionária Elisabeth já o fez em uma postagem no site da Igreja. Vou falar sobre meus filhos.
Tanto o Carlos  Alexandre, quanto o Diogo, também foram ungidos neste dia. O Diogo ao Diaconato e o Carlos  Alexandre ao Presbitério.  Sobre o Diogo, por enquanto, é só o que tenho a dizer, talvez porque palavras agora não sejam suficientes para expressar nosso atual momento. Me alongarei falando um pouco mais sobre o Carlos Alexandre e sua esposa Michelli, esta que se tronou minha filha desde que entrou na vida de meu  filho.  E nisto tanto ele quanto o Diogo são iguais, não me deram nora, escolheram para si esposas dignas de serem chamadas companheiras, que os auxiliam na caminhada e ainda conquistaram este velho babão, que as ama como filhas que se tornaram.
No dia 12 Carlos Alexandre e Michelli foram chamados à frente para que ele fosse consagrado Presbítero e ela estivesse mais uma vez ao lado dele, galgando o mesmo degrau. Foi um momento maravilhoso. Via ali, ajoelhado, aquele filho que me deu tanto trabalho, mas que venceu os seus piores obstáculos e tem seguido em frente, contornando os que não pode enfrentar, fugindo da aparência do mal e lutando cada dia mais para ser um homem melhor, uma pessoa digna.
Dia 12 de julho de 2015 tornou-se um marco em nossa Família e em nossa Igreja. Há muito eu vinha ensaiando ficar em São Pedro da União, em Minas Gerais, sede de nossa Igreja e onde temos outras congregações, mas havia outro problema, temos membros em Mogi-Guaçu e estes também precisam de minha atenção. Mas a balança pendia para São Pedro da União pois meus pais estão lá há anos e não seria inteligente romper laços com a vida deles ali, para traze-los para Mogi-Guaçu, mesmo que assim ficassem mais perto de minha irmã Sirlene e de seus filhos e agora, de mim.
No dia 12 esta preocupação acabou. Ao ser ungido Presbítero,  meu filho resolveu romper seus laços externos com a  cidade de São Paulo e seguir para São Pedro da União, para ficar com os avós e ajuda-los nas Igrejas de Minas Gerais. Embora espere sempre que meus filhos tenham atitudes audaciosas, pois é do temperamento deles, herdaram isso de mim, me surpreendi com a atitude dele em aceitar para si esta responsabilidade. Isto porque, como vocês sabem, na nossa Igreja pastor não vive da pele das ovelhas, pastor tem que trabalha e ainda supri o que as seus membros precisam. E onde isso aperta? Meus filhos foram criados na cidade, nada sabem de plantação de café ou de ordenhar vaca e com meus pais o que eles terão que fazer para suprir suas necessidades e da Igreja é plantar café e cuidar da terra. Confesso que não espero que se tornem grandes cafeicultores, embora possa esperar sim isso da Michelli, que tem uma têmpera muito mais parecida com a minha, neste aspecto, mas espero que mais uma vez eles me surpreendam.
Hoje, olho e vejo o resultado desta escolha que eles fizeram, ela abandonou sua Livraria, ele seu cargo na Empresa que trabalhava e seguiram rumo ao desconhecido. Vejo-os felizes ao lado de meus pais, zelando da Igreja e dos avós com carinho e determinação, como seria esperado. Vejo-os aguentando tudo com a audácia de sempre, passando pelos enfrentamentos comuns de estar em um lugar novo e diferente de tudo o que viveram até aqui, lidando com pessoas que estavam acostumados com a liderança de meus pais, pessoas que talvez esperassem elas darem continuidade no trabalho destes valorosos soldados de Cristo, inclusive por minha postura de não impor meus filhos como líderes nas Igrejas. Mas neste momento, as coisas aconteceram desta forma, eu vim para Mogi-Guaçu e não sozinho, como falarei em outra  oportunidade e mesmo assim as Igrejas de São Pedro da União permanecerão tendo assistência da Família Pastoral, já que lá continuam meus pais e meus filhos, Carlos Alexandre e Michelli.

Me orgulho dos filhos que Deus me deu. Amo-os com sinceridade. Confio a eles meus pais e meu Ministério, tanto o pessoal, quanto no que se refere a Igreja, sei que não falharão comigo, pois o compromisso deles todos não é com o pai da terra, eu, este velho orgulhoso, mas com o Pai Celestial, que tirou a todos nós do lamaçal do pecado e trouxe-nos para sua maravilhosa Luz, dando-nos ainda o privilégio de vivermos uma vida para Cristo. Mais uma vez agradeço a Deus e a eles, Carlos Alexandre e Diogo por me serem filhos tão amados, às minhas filhas Michelli, Paula e minha neta Nicolly, por serem todos, parte de mim, pessoas das quais um dia prestarei conta, não só como Família que são, mas como ovelhas que Deus colocou em meu rebanho particular para zelar com amor e cuidado. Obrigado filhos, por tudo.

segunda-feira, 10 de agosto de 2015

E então Deus foi Pai


Meu Pai, Pastor João Silveira
No princípio era o verbo, diz a Palavra de Deus, sendo Verbo estava com Deus, pois era também Deus. Mas um dia Ele se fez Carne e habitou entre nós. E ao se fazer Homem, nasceu de Deus, como Sei Filho, Seu único e amado Filho, fazendo de Deus quer fora o Criador de todas as coisas um Pai.
Sim, Jesus, sendo Deus se iguala aos homens quando nasceu, MAS ao nascer fez Deus Pai. Pai de um ser humano, que iria viver as mesmas dores e tristezas de outros humanos, viver as inseguranças e sonhos de outros seres e um dia morrer.

Deus conhece o sentimento de um pai quando vê um filho pela primeira vez, inocente, indefeso, pequenino e necessitado de apoio. Deus conhece o sentimento de amor pleno que só quem é pai, por nascimento ou de coração pode conhecer, conehce a responsabilidade de guiar um filho, de cuidar dele até que ele mesmo possa cuidar de si e ainda assim ficar olhando preocupado, tentando evitar as dores evitáveis e esperando que as inevitáveis doam menos e sejam passageiras.
Deus me deu o privilégio de ter um Pai maravilhoso e de ser também pai.
Deus me deu dois filhos, um mais novo que o outro. Tive o privilégio de conceber de meu coração pessoinhas lindas, que sempre me serão preciosas e sempre me serão pequeninos filhos, mesmo que hoje ambos estejam grandes, casados e vivendo suas vidas.

Meus filhos Diogo e Carlos Alexandre e eu
Sou um Pai orgulhoso, amo minha prole. Amo meus filhos e os tenho guardados em meu coração. Os vejo sempre precisando de mim, mesmo quando gerem suas vidas com responsabilidade e honestidade, memso quando são donos de suas vidas e quando agregam à nossa família novos filhos. Os meus filhos achavam pouco mminhas preocupações com eles e me trouxeram mais filhos, as minhas três filhas, as primogênitas, Michelli e Paula, e a caçula, Nicolly. Me são novas preocupações e novas alegrias.
Minha neta Nicolly
Com as noras, Michelli e Paula, aprendi o que é ser amado e cuidado, mimado e paparicado, vigiado até, são duas filhas maravilhosas. Amo-as e às vezes me pergunto como vivi tantos anos sem elas. Companheiras fiéis, não apenas de meus filhos, mas minhas também, auxiliares na vida. Diogo e Paula me presentearam com a a caçulinha, minha mada Nicolly. Amo demais.
Digo sempre que tenho outros filhos, longe e perto, os membros queridos da IPCO - Casa de Oração  Brasil me são filhos caríssimos, pessoas que o Senhor me permitiu cuidar e amar. Mas meus filhos me são extremamente especiais, parte de mim, que me acompanham e jamais me deixam só. Amo vocês, meus queridos e nõa poderia ter filhos melhores.
Obrigado por me fazerem rir e chorar, amar e ser amado.
Feliz dia dos Pais, para você meu filho Diogo, obrigado por dividir comigo a alegria de viver ao lado destas duas mulheres maravilhosas, a Paula e minha neta que amarei para sempre, Nicolly. Vocês todos são parte de minha alma.

domingo, 9 de agosto de 2015

Feliz Dia dos Pais


Deus tomou a força de uma montanha,
A majestade de uma árvore,
O calor de um sol de verão,
A calma de um mar calmo,
A alma generosa da natureza,
O braço de consolação da noite,
A sabedoria das eras,
O poder do vôo da águia,
A alegria de uma manhã de primavera,
A fé de uma semente de mostarda,
A paciência da eternidade,
A profundidade de uma necessidade família,
Então Deus combinou estas qualidades,
Quando não havia mais nada a acrescentar,
Ele sabia que sua obra-prima estava completa,
E assim, Ele o chamou de papai ...

(Poema Inglês de autor Desconhecido)

sábado, 8 de agosto de 2015

Informe Externo n 1 - Sobre as novas mudanças na Igreja Casa de Oração


Semana do dia dos pais e também dia de prestar contas de meus novos passos aos filhos na Fé, aos amigos e leitores e faço com alegria, apesar das novidades ainda me serem bastante difíceis de encarar por tudo o que representam.

Minha Família está de mudança. Com o crescimento da Obra posso contar com o trabalho do Pastor Aílton Soares, do Apóstolo Hebert Douglas e com os obreiros de São Paulo para darem continuidade aos trabalho da Igreja Casa de Oração por aqui.

Como já informamos aqui, este ano meus pais completaram 50 anos de Ministério. E cinquenta anos não são cinquenta dias. O corpo de ambos já não suportam as mesmas coisas de anos atrás, embora ambos ainda tenham forças e continuem a combater o bom combate. Só que precisam mais do apoio dos filhos e dos netos também.
 Assim, agora meus filhos, noras, neta e eu estamos nos mudando para mais perto deles.

Meu filho mais velho, o Carlos Alexandre, ficará responsável, junto com meus pais, pelas Igrejas de Minas Gerais. Sei que ele e minha nora Michelli farão o melhor pela Obra do Senhor naquele lugar e ainda terão prazer de serem presentes na vida dos avós.
O Diogo, a esposa Paula e minha neta Nicolly, vieram junto comigo. Vamos ficar cuidado da Igreja Casa de Oração de Mogi Guaçu, minha irmã Sirlene e meus sobrinhos já estavam morando neste Município e a cidade fica bem mais próxima da cidade de meus pais, que a cidade de São Paulo.

Aos poucos vamos nos adaptando e cremos que com Cristo nos guiando não haverá barreiras que não possamos ultrapassar.

Por enquanto nada muda nas Páginas da Igreja, não ser o volume de notícias das Igrejas foram de São Paulo.

terça-feira, 4 de agosto de 2015

O Pai da Fé

 Pai  da Fé


         Abraão se tornou o Pai da Fé, porque obedeceu. Não existe fé sem obediência. E Obediência era a maior qualidade de Abraão.

         Deus quer que você  entregue tudo, mas o seu tudo é a  obediência.
         Abraão não entregou seu filho, mas Jesus é o sacrifício de Deus. O sangue de Isaque não serviria ao propósito de salvação da Humanidade. Como fomos amados primeiro, Ele entregou sua vida e sangue por nós, I João 3 – 16 -  Conhecemos o amor nisto: que ele deu a sua vida por nós, e nós devemos dar a vida pelos irmãos (I João 3 -16).

        Você entregaria seu filho por pecadores? Deus entregou o Dele
        Ali, naquele monte, ao providenciar um cordeiro paraser sacrificado no lugar de Isaque, Deus mostrou a Abraão que seria necessário o sangue de um inocente para salvar o mundo.

       Aqueles tres dias de subida tem uma grande significado, remonta hoje, a morte de Jesus. Você se prende em sua dor momentânea e nãoconsegue mensurar o tamanho doamor de Deus.
      Sua mesquinhez e excesso de amor próprio, impede Deus de agir. O  que muitos buscam? Riqueza, restauração do lar, cura do cancêr, mas ninguém quer subir ao monte para desprender-se do Isaque.

      Quando viu o altar pronto e sobre ele, o moço amarrado, o Senhor disse: Agora conheço o teu coração, isto quer que no coração de Abraão o sentimento maior,  o que prevalecia, era o amor que ele tinha por  Deus. Agora te farei próspero. E de um filho, Deus fez uma nação.
      Muitos perderam a noção do verdadeiro tesouro, deixam que outras coisas ocupem o lugar de Deus em suas vidas, esquecem que a Palavra diz:  Porque, onde está o teu tesouro, aí estará também o teu coração" (Mt 6.21).
      Outros até sobem ao monte, mas recuam em frente ao altar.
      Muitas vezes a nossa benção esta retida por nossa falta de coragem.

      Quando Deus falou a Abraão que subisse o  monte e ali entregasse seu filhos, só ele ouviu, Sara não ouviu. É duro quando só nós ouvimos o que Deus nos fala, quando não podemos falar com ninguém sobre o que Ele nos falou.
       Você não ouviu o que Deus falou comigo, não sabe o que Deus pediu de mim.

        Samuel estava recolhido ao seu quarto quando foi chamado, por 3 vezes ele foi ao sacerdote Eli. O sacerdote entendeu que Desu cahamava Sameul, embora ele não estivesse ouvindo, mas assim mesmo, ele ensinouao menino, que dissesse: Eis-me aqui.
       Eli entedeu, explicou e foi só.
       Quando Samuel seguiu o conselho, que ouviu a voz de Deus, só ele soube  o que ia acontecer, só ele soube o peso do que aconteceria a casa de Eli. As vezes, Deus quer ter um particular contigo.
       Se Deus falou: Faça!
       Samuel era jovem, Eli,temeroso, pela manhã foi procura-lo, queria perguntar ao menino o que o Senhor lhe dissera. Tem coisa que Deus só conta com você.

       Você não é melhor que Deus

       A promessa era para a vida de Abraão. Se Deus tem compromisso contigo, Ele tem um particular só com algumas pessoas.
      Muitos fugiram deste compromisso, acabara no suicídio, na reclamação e maldição contra Deus, mas o crente fiel diz: Deus Proverá, Isaque. Basta que você coloque seu coração nos mesu Estatutos: Obedeça.
       Só eles ouviram – Samuel, Davi, Moisés. Miriam e Arão, com vocês eu falo pela nuvem de fogo, mas com meu servo Moisés, Eu falo face a face. Deus esta te chamando para um particular. Desprenda-se do material e Deus vai agir. Quando você firmar um propósito, a sua vida será transformada, e não só isto, também sua igreja, seu ministério e seu trabalho.

        "Você veio encontrar a Deus? Eu não. Eu venho  adorar a Deus com meus irmãos. Encontrei Jesus faz tempo e não abandonei mais. Venho com Jesus, ando com Jesus dia e noite".

       Se Deus tiver no meu casamento, emprego, lar, tudo muda, eu ten ho paz em mim, porque em Deus somos restaurados. O estresse é o mal do homem, diz hoje as pesquisa s sobre o comportamento humano.
        Piti todo mundo tem, sou carne, segura o rojão, mas Deus esta no controle, tudo vai passar, porque com Ele vem a calma para enfrentarmos as situações difíceis.


       Abraão, antes de tudo isto, seguia a Marduque ou Merodaque, deus pagão, mas quando ele ouviu a voz e ordem de Dues para deixar a sal casae parentela e seguir para uma outra terra, ele obedeceu cegamente. Deus  não precisa de seu ouro. Deus não tira, Deus te acrescenta, mas tem coisas que precisam sair. O que é maligno, pernicioso tem que sair. O processo de limpeza é doloroso. Muitos até questionaram, mas obedeceram.      

        Deus nos dá o direito de nos sentirmos inseguros. Ele respeitou a insegurança de João Batista, que na sua hora de dor, quando viu aproximar-se seus ultimos instantes, questionou a divindade de Jesus, mesmo vendo os seus milagres.

        É lícito que você questione, seja inseguro e, que, às vezes a incerteza te atormente, mas convêm que a sua fé permaneça. Se você permanecer firme, tudo vai passar. Uma hora a colcha de fuxico vai estar pronta. 

          Não arraste Isaque, o seu amor por Deus tem que ser maior. Na caminhada pelo deserto, muitos desistem por causa dos outros,uns desistem porque recebem demais, outros porque recebem de menos. Porém há os que não desistem nunca.  Josué e Kalebe são exemplos de pessoas que permaneceram apesar do tempo.

Mensagem do Pastor Sergio Carlos da Silveira

segunda-feira, 3 de agosto de 2015

Admita: Você também erra

Assuma suas fragilidades. Não esconda suas próprias fraquezas atrás de uma máscara de super herói. As pessoas acertam, mas antes de chegar ao resultado desejado, acabam comentendo alguns deslizes...



Não existem super herói!
As pessoas estão suscetíveis à erros e enquanto elas não entenderem isso, continuarão cobrando dos outros uma postura que elas mesmo não possuem.
Sergio Carlos da Silveira






ICO – Brasil

domingo, 2 de agosto de 2015

Cicatrizes e Troféus



"Suas Cicatrizes‬ mostram o quanto você lutou.


Troféus‬ são consequências de quem enfrenta as situações com coragem e não se constrangem com os tombos e esbarrões comuns a quem enfrentam barreiras, escalas montanhas e desbrava mares.


Acredite, suas cicatrizes são a maior prova de que você é vitorioso."

http://pensador.uol.com.br/frase/MTc5MjQ3NA/

sábado, 1 de agosto de 2015

Tenha Coragem

Anime-se Josué


Pastor Sergio C. Silveira

Quer dizer algo com que todos se identifiquem? Fale mais das cicatrizes e elogie menos os troféus. Há uma multidão tentando se manter de pé. (Autor Desconhecido)

Leitura Bíblica
(Josué 1:5-8)
Ninguém te poderá resistir, todos os dias da tua vida; como fui com Moisés, assim serei contigo; não te deixarei nem te desampararei.
Esforça-te, e tem bom ânimo; porque tu farás a este povo herdar a terra que jurei a seus pais lhes daria.
Tão-somente esforça-te e tem mui bom ânimo, para teres o cuidado de fazer conforme a toda a lei que meu servo Moisés te ordenou; dela não te desvies, nem para a direita nem para a esquerda, para que prudentemente te conduzas por onde quer que andares.

É tremendo servir a Deus, Ele não pede para você ser um Super Herói. Ele pede que você se anime.

Quando Deus disse a Josué Esforça-te e se anime, estava na verdade dizendo-lhe: Fique calmo Josué, eu te entendo.

Esquecemos que estamos lidando com pessoas comuns.

E este era o caso de Josué.

Josué herda um ministério gigante, não em matéria de pessoas apenas, mas por substituir ninguém menos que Moisés, o Libertador.

Durante anos Josué serviu a Moisés como seu auxiliar, mas não era o único. Só que Josué estava assustado.

Estamos acostumados a ouvir mensagens que nos sugestionam a ver apenas heróis.

Estamos cercados de mensagens que nos impulsionam para cima, nos mostram as qualidades dos heróis que venceram. Falam da força e do animo, das vitórias, e da honra adquirida por estas figuras que se mostram gigantes em seu sucesso e, não parecem-se conosco, não estão próximos de nossa realidade. Somos humanos, por isso temos momentos de fraqueza, assim, é necessário que vejamos as fraquezas destes heróis, para entendermos o que os impulsionou a vitória.

Mais sobre mim

Em minha experiência como pastor, passei por uma luta em minha vida como ministro, então as forças me faltaram, mas continuava orando, embora me sentisse desanimado. Um dia tive um sonho.

Estava em um trem e desci em uma bela cidade, fiquei animado com tudo o que via à minha volta, mas, de repente, alguém me disse: Porque você desceu aqui, a sua parada era a próxima, sua cidade é outra, muito melhor. Voltei a estação e praticamente me lancei no próximo trem e, nisto, lá se vão mais de 10 anos.

Este foi o meio que o Senhor encontrou de me animar.

E isto aconteceu porque clamei por ajuda do Alto e ela veio assim. Até hoje me anima a promessa de que ainda não é o fim, mas terei minha vitória no fim da viajem.

Você precisa clamar

Deus vai te animar, para isto é necessário que você clame ao Senhor. Peça a ajuda e diga claramente como você está realmente. Esclareça, diga que não pode sozinho.

Quando estamos tristes queremos nos esconder, não queremos ver ninguém. Então esta é a hora de clamar a Deus.
Se você clamar, Ele vem em teu socorro, porque o Senhor entende você.

Não pare agora

O exemplo de Josué vai além de estar fraco, é claro. Ele animou-se, não abandonou o povo, tomou fôlego para continuar sua luta.

  • Se Josué tivesse parado ali, Israel não tomaria posse da Terra Prometida, mesmo estando a frente dela.
  • Se Jesus tivesse deixado a cruz e alegasse não ser o culpado dos pecados que levava sobre si, não estaríamos aqui.

Com isto aprendemos que de fato quando pensamos ser fraco, ai somos fortes, pois o Senhor nos anima e dá forças para continuarmos nossa caminhada.

Deus é nosso amigo fiel.

Receba as mensagens no seu Email